in

Galeria de Arte da Villa Francioni expõe obras de Guido Heuer

Guido Heuer, 63 anos, um dos artistas mais importantes de Santa Catarina, abre no dia 21 de setembro, às 14h, a exposição “Espaço em Movimento” na galeria de arte da vinícola Vila Francioni, em São Joaquim. São 12 obras produzidas especialmente para a mostra na Serra catarinense, confeccionadas com pintura acrílica, inox e latão gravado sobre alumínio. Com isso, a vinícola dá continuidade à programação de exposições criada pelo artista plástico e gestor cultural Edson Machado, que responde pela curadoria dos eventos da galeria.

Nascido em Blumenau em 1956, Guido Heuer produz desde a década de 1970, já expôs em diversas cidades do Brasil e do exterior e tem obras monumentais em espaços públicos no Estado. “Os objetos em relevo e as cores firmes criadas pelo artista provocam a imaginação no espectador”, afirma Edson Machado. Ele pergunta: “Serão galáxias planetárias, estações espaciais ou conexões orgânicas?”. Para o curador, o universo criativo do artista é “um misterioso mapa do futuro”.


Boa parte da obra de Guido Heuer é executada em metal, técnica que herdou do avô, que usava o bronze para produzir peças mortuárias, seguindo uma tradição entre os povos de ascendência germânica. Depois de uma breve passagem pelo jornalismo, em 1971, ele decidiu dedicar-se ao artesanato, etapa inicial de uma carreira que enveredou pela arte nos anos seguintes.

Heuer foi influenciado pelo movimento artístico criado por Elke Hering e Lindolf Bell, fundadores da Açu-Açu, primeira galeria de arte do Estado, em Blumenau. Depois do contato com as nuances da arte contemporânea, ele passou a realizar exposições frequentes, em sua cidade e fora dela. Participou de coletivas na Europa e Estados Unidos, levou obras de grandes dimensões para as ruas e se tornou referência na arte pública, que quebra a frieza do concreto nos centros urbanos.
Sobre ele, escreveu o poeta Dennis Radünz: “A escultura de Guido não tem discurso e, por isso, não impõe ou delimita uma única leitura. Mais pergunta do que resposta, sua obra é ideia em estado de matéria metamórfica: as ações do tempo inscrevem no seu corpo, dia a dia, desenhos novos, rasuras na ferrugem que são o testemunho do escoar das estações”.

CRIATIVIDADE E BOM GOSTO

A presidente do conselho de administração da Villa Francioni, Daniela Borges de Freitas, incentiva as manifestações culturais que vêm ocorrendo na vinícola. “Queremos estimular a criatividade e o bom gosto pelas artes em nossa região”, diz a empresária.

A exposição “Espaço em Movimento” permanece aberta gratuitamente ao público até 25 de novembro em São Joaquim. Antes dessa mostra, a vinícola promoveu uma individual do artista paulista Evandro Schiavone, do AR Escritório de Arte, que abriu a programação artística da galeria sob a curadoria de Edson Machado.

SERVIÇO

O QUE? Exposição “Espaço em Movimento”, do artista Guido Heuer

ONDE? Galeria de Arte da Villa Francioni, em São Joaquim
QUANDO? Abertura 21 de setembro de 2019, às 14h. Poderá ser visitada até 25 novembro, das 9h das 17h
INFORMAÇÕES? Fone (49) 3233.8200

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conheça o Artista circense “Godoy” que vivia nas ruas e conquistou o mundo participando do Cirque du Soleil no Globo da Morte

ALERTA DE CALOR INTENSO NESTA SEGUNDA EM SANTA CATARINA