Como conseguir o melhor preço no seu carro seminovo

Se você já pensou em vender seu automóvel, provavelmente deu uma olhada naquelas páginas de agregadores de anúncios de veículos na Internet e deu uma olhada nos modelos de carros vendidos ali para estudar o mercado. Mas será que realmente há espaço para o seu veículo? Se sim, como conseguir o melhor preço no seu carro seminovo no momento?

Para ter uma ideia, é importante compreender que hoje em dia temos um cenário muito interessante para a valorização de usados e seminovos. Isso acontece porque há uma falta considerável de semicondutores no mercado, o que reduz muito a quantidade de veículos novos disponíveis no mercado. Assim, para os consumidores, o que resta é procurar o setor de usados e seminovos, cujo preço tem disparado. Esse é um ponto valioso para a valorização do seu automóvel.

Mas como conseguir o melhor preço no seu carro seminovo? Veja algumas dicas abaixo!

Como conseguir o melhor preço no seu carro seminovo: 5 dicas

1. Tenha toda a documentação pronta e verificada

O que desvaloriza o seu carro seminovo em negociações são os problemas e desconfianças que o comprador possa ter. Por isso, quanto mais você se prevenir e evitar essas situações, melhor.

Portanto, uma dica é ter toda a documentação do carro pronta para a venda, sem nenhum tipo de dívida ou pendência. Além disso, se puder, faça uma vistoria cautelar para que a procedência do automóvel seja confirmada. Isso garantirá um documento que derrubará objeções dos compradores e garantirá um aumento considerável na venda do seu automóvel seminovo (que terá confirmação de sua procedência, donos antigos e outros recursos).

2. Ofereça contexto no desgaste do carro

Todo carro usado ou seminovo tem algum tipo de desgaste. É natural: se ele foi usado, nem que seja para rodar 100 metros, ele tem um desgaste (que seja de 100 metros).

No entanto, o que falta é contextualizar esse desgaste para que o seu comprador entenda o que isso significa.

Por exemplo, suponha que você tem um automóvel seminovo com apenas 12.000 quilômetros rodados, mas com 2 anos de idade já. Isso pode ser contextualizado da seguinte forma: em média, os motoristas brasileiros rodam 20.000 quilômetros por ano. Ou seja, o seu veículo deveria ter rodado 40.000 quilômetros pela idade. Isso significa que ele tem 70% menos desgaste do que deveria.

Além disso, faça uma comparação com base nas peças: com 12.000 quilômetros rodados, tudo ainda é 100% original. Só os filtros de gasolina ou ar foram trocados (e olhe lá!).

3. Saiba negociar

A negociação é chave para manter o preço do seu carro seminovo em um nível adequado para você. No entanto, o que isso significa de verdade? Como manter uma boa negociação?

O primeiro ponto a entender é que, por mais que as outras pessoas pensem assim, uma negociação não é uma briga em que um vence e outro perde. Se você pensar assim, ninguém chegará ao objetivo.

A negociação é um processo em que dois estranhos precisam reconhecer as intenções um dos outros para chegar ao mesmo objetivo juntos. Portanto, sua postura deve ser colaborativa e focada em estabelecer seus pontos e conseguir criar um cenário em que as suas demandas e as do comprador possam ser atendidas.

4. Tenha muita paciência

Se você negociar seu carro online, receberá dezenas ou centenas de mensagens. A maioria das pessoas não terá nenhum interesse em comprar seu carro e só querem atrapalhar. O resto vai querer comprar, mas as negociações serão difíceis.

Será preciso muita paciência até achar a pessoa certa, com o dinheiro adequado para comprar o seu veículo. Portanto, não tente vender de uma vez e nem fechar negócio com o primeiro que aparecer. Isso só desvaloriza o seu carro.

5. Se prepare para vender desde o Dia 1

Por fim, uma dica essencial para vender seu seminovo com um bom preço é entender que o seu objetivo é vendê-lo bem desde o primeiro dia em que você o colocou na garagem.

Ou seja, você precisará cuidar dele de maneira muito dedicada por todo o tempo que você o tiver na garagem. Afinal, o desgaste e os problemas se acumulam pela negligência e falta de cuidado no uso. Ao evitar isso, você já pode apresentar um modelo muito melhor do que os concorrentes e isso valorizará seu automóvel.

Pronto! Agora você já sabe como conseguir o melhor preço no seu carro seminovo. Assim, quando for vender o automóvel, poderá lucrar mais do que imaginava com o veículo e usar esse dinheiro extra como entrada em um novo carro ou para qualquer outro projeto que tenha em mente. No entanto, é importante entender que esse é um processo demorado e muito complexo. Por isso, não espere o máximo de valorização amanhã, ok?

E aí, o que achou do conteúdo? Comente com a sua opinião a seguir!

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.