Tempestade de meteoros poderá ser vista do Brasil no fim de maio

De acordo com artigo publicado pela Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), uma tempestade de meteoros é uma chuva de meteoros incomum, que apresenta um surto tão intenso, que é capaz de produzir milhares de meteoros por hora. 

“Estudos modernos mostram que as tempestades de meteoros são geralmente provocadas por densas nuvens de partículas ejetadas durante uma fragmentação de um cometa ou asteroide. Com o tempo essa nuvem se dispersa na órbita do corpo parental formando as chuvas de meteoros anuais. Então, quanto mais recente for a fragmentação do cometa ou asteroide, mais densa será a nuvem, e mais intensa será a tempestade de meteoros gerada por ela”, diz o texto.

No Brasil, de acordo com a Bramon, poderá ser observada apenas uma fração das máximas esperadas para a Tau-Herculídeas. No momento de maior intensidade da chuva, por volta das 2h15 do dia 31, o radiante vai estar próximo ao horizonte, o que deve dificultar a visualização dos meteoros. 

Moradores das regiões Norte e Centro-Oeste serão privilegiados. Para eles, a intensidade da chuva pode atingir entre 30 a 50% das máximas esperadas. Para as outras regiões do país, entre 10 a 30%. Parece pouco, mas caso se confirmem os melhores cenários, isso pode significar dezenas de milhares de meteoros por hora.

Os melhores locais do planeta para acompanhar o fenômeno são México e Estados Unidos. Por lá, o radiante estará bem alto no momento da máxima, o que permitirá a contemplação do fenômeno em sua plenitude.


Maior tempestade de meteoros

De acordo com a Bramon, a mais famosa tempestade de meteoros da história ocorreu na noite entre 12 e 13 de novembro de 1833, quando um surto da Leônidas gerou um espetáculo no céu dos Estados Unidos. 

Foram milhares de meteoros riscando o céu a todo instante, algumas formando bolas de fogo que iluminavam a noite. 

Estima-se que mais de 100 mil meteoros foram vistos a cada hora naquela noite. 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.