Médica se cura do câncer e lança livro: “Quero ajudar pessoas a renovarem sua fé e esperança. Como transformei a minha dor em propósito de vida”

Arquivo pessoal

“Eu já senti a dor do meu paciente. Quero ajudar pessoas a renovarem sua fé e esperança. Como superei a morte, venci a leucemia e transformei a minha dor em propósito de vida”.

A médica hematologista Marina Aguiar, de 34 anos, contou em um livro sobre sua história de superação após vencer um câncer, em Goiânia. Depois de se curar, em 2007, ela se graduou em medicina e atualmente trabalha no Hospital do Câncer Araújo Jorge. Segundo ela, o objetivo da publicação é ajudar as pessoas que lutam contra a mesma doença.

“Eu já senti a dor do meu paciente. Decidi contar minha história em um livro para ajudar pessoas a renovarem sua fé e esperança. Como superei a morte, venci a leucemia e transformei a minha dor em propósito de vida”, disse a médica.
“O livro retrata minha história de superação e milagre, como enfrentei a morte, venci a leucemia e transformei a minha dor em propósito de vida. É um relato com o qual espero trazer fé e esperança para quem está enfrentando essa ou outras doenças, mesmo quando não as perspectivas não são favoráveis”, disse a médica.

A médica hematologista Marina Aguiar, de 34 anos, contou em um livro sobre sua história de superação após vencer um câncer, em Goiânia. Depois de se curar, em 2007, ela se graduou em medicina e atualmente trabalha no Hospital do Câncer Araújo Jorge. Segundo ela, o objetivo da publicação é ajudar as pessoas que lutam contra a mesma doença.

“Eu já senti a dor do meu paciente. Decidi contar minha história em um livro para ajudar pessoas a renovarem sua fé e esperança. Como superei a morte, venci a leucemia e transformei a minha dor em propósito de vida”, disse a médica.

O livro “Menina dos Olhos” será lançado na quarta-feira (11), às 17h, na loja Reserva 35, no Setor Marista. A obra relata desde quando, em 2006, Marina descobriu que estava com leucemia, que é um câncer que ocorre na formação das células sanguíneas, até quando ela teve a cura da doença.

“O livro retrata minha história de superação e milagre, como enfrentei a morte, venci a leucemia e transformei a minha dor em propósito de vida. É um relato com o qual espero trazer fé e esperança para quem está enfrentando essa ou outras doenças, mesmo quando não as perspectivas não são favoráveis”, disse a médica.

Durante o período em que lutou contra a doença, Marina ficou internada no Hospital das Clínicas, na capital, e passou por ciclos de quimioterapia.

Em 2007, após ser desenganada por um médico, ela começou um tratamento paliativo com outro profissional e conseguiu alcançar a cura.

Atualmente, a médica, que se especializou em hematologia, é coordenadora do transplante no Hospital do Câncer Araújo Jorge.

Com informações: G1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.