Operação investiga venda de carne de cavalo e mula em SC

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia de Morro da Fumaça, iniciou, na manhã de hoje, 16, a operação Hefesto e cumpriu nove mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária. Até agora, cinco pessoas foram presas em flagrante, sendo duas por tráfico de drogas e associação para o tráfico, uma por desacato e duas por crime contra o consumidor (ter em depósito carne imprópria para o consumo para fins comerciais) e associação criminosa.

Foram apreendidos cerca de 520 quilos de carne (em tese de equino e de bovino), drogas (maconha), cinco armas, diversas munições, cheques e dinheiro. Está sendo apurado ainda o uso indevido de caixas de um mercado.

A maior parte das buscas ocorridas hoje aconteceu no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Herança do Velho Pai, Bairro Frasson, em Morro da Fumaça/SC.

A operação é resultado de duas investigações iniciadas em maio de 2021, que apuram crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

Participaram das buscas cerca de 60 policiais civis de Criciúma, Içara, Balneário Rincão, Forquilhinha, Orleans, Cocal do Sul, Lauro Müller, Urussanga, com apoio do Núcleo de Operação com Cães (K9/NOC) da Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC), do Serviço Aeropolicial (SAER) da PCSC. Também deram apoio à operação a Cidasc, policiais militares e membros do Instituto Geral de Perícias (IGP).

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.