Nova seleção para recenseadores abre 3.428 vagas em Santa Catarina

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

O IBGE abriu nesta quinta-feira (9) seleção para preencher 3.428 vagas de recenseadores em Santa Catarina, de um total de mais de 48 mil oferecidas em todo país.

Das vagas oferecidas no estado, 2.096 são destinadas à ampla concorrência, 1.017 são destinadas às pessoas pretas ou pardas (PPP), e 315, às pessoas com deficiência (PcD). 

Esta nova fase das seleções não terá prova. A inscrição é gratuita. Trata-se de vagas não preenchidas ao final do processo seletivo do edital no 10/2021, que teve o resultado divulgado em maio.

Com o menor índice de desocupação do país (4,5% no primeiro trimestre de 2022), Santa Catarina teve preenchidas apenas, na primeira seleção, 49,3% das vagas (de início, havia 6.761 vagas).

Restaram vagas, nesta nova rodada, em 290 dos 295 municípios catarinenses.

Em Lages, há 49 vagas disponíveis nesta nova etapa; em São Joaquim, 16 vagas; em Otacílio Costa, 7; em Correia Pinto e Bom Retiro, 5; em Urubici, 4; em Bom Jardim da Serra, 2.

As inscrições vão até 15 de junho e devem ser feitas online no Portal do IBGE, no qual se deve preencher e enviar o formulário de inscrição. No portal, há o quadro de vagas por município.

O pré-requisito para ocupar a vaga é o ensino fundamental (antigo 1º grau) completo. Há posteriormente, para classificar os candidatos, uma análise de títulos na qual o ensino fundamental valerá 1 ponto; o ensino médio (antigo 2º grau) incompleto, 3 pontos; o ensino médio completo, 5 pontos; o ensino superior incompleto, 7; e o ensino superior completo, 10.

Os requisitos para a vaga incluem ter 18 anos completos na data da contratação, que ocorrerá em julho; estar em dia com as obrigações eleitorais e as obrigações militares; não se encontrar na condição de sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas, o que inclui os Microempreendedores Individuais (MEI). A lista completa de requisitos consta no ponto 2 do edital.

No momento da contratação, deve ser apresentada documentação original ou cópia autenticada.

O recenseador recebe por produção. O IBGE tem um simulador online que estima o salário com base no município de atuação e nas horas semanais trabalhadas, que são flexíveis (é esperado, no entanto, um mínimo de 25 horas de trabalho por semana).

Em Joinville, por exemplo, o salário estimado para 40 horas semanais de trabalho é de R$ 2,3 mil, e para 25 horas, de R$ 1,4 mil. A esses valores deve ser acrescentado o 13º salário, que é proporcional ao período trabalhado e baseado na média de remuneração do tempo em que se atuou.

O trabalho está previsto para durar três meses, de 1º de agosto a 31 de outubro, período de coleta do Censo, e inclui ainda cinco dias de treinamento em julho.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.