Ministério da Saúde aprova protocolo para diagnóstico de TDAH

(Thinkstock/Divulgação)

O Ministério da Saúde definiu o protocolo clínico e as diretrizes para o tratamento do TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade. O documento traz critérios de diagnóstico e tem caráter nacional. E de acordo com a publicação, TDAH é caracterizado por desatenção, hiperatividade e impulsividade.

A psicopedagoga, Leila Araújo enumera alguns sintomas que aparecem ainda na infância como falta de foco e concentração, dificuldade de sono e ainda um comportamento mais hiperativo da criança.

A psicopedagoga orienta a procura de um neuropediatra ou psiquiatra para fazer uma avaliação da criança. Após o diagnóstico, a médica faz os encaminhamentos para o tratamento, que pode ser, por exemplo, psicoterapia comportamental para auxiliar em situações de hiperatividade e impulsividade.

Leila recomenda ainda um psicopedagogo para ajudar no desenvolvimento escolar. Ela explica que esse profissional vai fazer a mediação com professor e auxiliar na organização da aprendizagem.

Embora o TDAH com Hiperatividade seja frequentemente diagnosticado durante a infância, não é raro o diagnóstico ser feito quando o indivíduo ainda adulto.

Com informações: Agência Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.