No mundo da lua… – Por Henrique Córdova

Em plena campanha eleitoral, de que me procuro afastar cada vez mais, apraz-me ouvir – através do radiofônico programa eleitoral gratuito – os candidatos de todos os partidos a Vereador e a Prefeito.

Eles merecem todo o respeito, sejam como forem e pensem como pensam, porque se dispõem a servir à comunidade e a realizar o possível para o seu bem. Nenhum, como ninguém, escapa ao seu mundo e se traduz diversamente dele.

Maurice Duverger, em seu clássico “Partidos Políticos”, diz que os eleitores se dividem entre os que decidem em função de “coisas” e de “ideias”. Estes estão em minoria em relação àqueles. Os que decidem em função de coisas vêm mais os seus próprios e imediatos interesses, ao passo que os idealistas votam em quem se aproxima dos maiores e permanentes interesses da comunidade.

Por exemplo, há votantes, em nosso caso, que dizem votar em quem lhes quita um talão de débito com a Celesc, lhes paga uma receita médica ou lhes oferta uma cesta básica de alimentos etc….. Há, contudo, aqueles que votam em quem se compromete a manter e conservar estradas, em quem tem um projeto de embelezamento da Cidade, de sua modernização relativamente à mobilidade, ao bem-estar de seus habitantes e ao acolhimento de seus visitantes, tudo subordinado à vocação histórica- o turismo.

Se, realmente, desejamos desenvolver o turismo, não há como deixar de lado a hospedagem ligada aos nossos pomares e vinhedos e acesso fácil e razoável a eles; não há como deixar de lado a urbanização adequada da área onde se situam as maiores vinícolas próximas da Cidade; não há como manter o trânsito pesado pelo centro da Cidade, como não se pode conceber que uma Cidade com trânsito intenso de veículos não tenha uma única sinaleira e que já as tenha tido; não há como se dispor de uma excelente pista aeroportuária sem uso por falta de infraestrutura, cuja montagem e conservação é de competência Municipal; não há como se deixar de lutar intensamente pela conclusão do asfaltamento da via que desemboca na vergonhosa e perigosa ponte da Goiabeira, que deve ser reconstruída, até pelo fato de a região em que se situa ter se transformado em ponto de lazer, além de ligar os dois Estados do Extremo Sul… Se alguém mostrar a Bolsonaro que com 10 Km de asfalto ele conclui, pelo lado de Santa Catarina, os “Caminhos da Neve”, em poucos meses ele fará a obra.

Onde estão os Deputados Federais e Senadores em quem votamos para tratar de nossos interesses? Como vivo no mundo da lua e já, pela idade, esteja dispensado de votar, posso divagar e sonhar…, Não obstante, vou votar e tenho meu candidato preferido e, assim, mais uma vez, a “ esperança vence a e…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.