Fenômeno raro: por que o céu ficou verde durante tempestades nos EUA?

Céu ficou verde em alguns estados norte-americanos — Foto: Reprodução/Twitter/@jkarmill

Moradores dos estados norte-americanos de Dakota do Sul, Iowa, Nebraska, Minnesota e Illinois foram surpreendidos ao verem o céu com uma coloração verde na última terça-feira (5). O fenômeno atmosférico raro é conhecido como derecho e ocorre durante tempestades.

Segundo o jornal The Washington Post, os ventos chegaram a cerca de 146 km/h na cidade de Agar, 154 km/h em Huron e a 159 km/h em Miner, na Dakota do Sul. O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos recebeu relatos de janelas quebradas, um galpão de máquinas e caixas de grãos destruídas. Linhas de energia e árvores foram derrubadas, algumas caindo em casas e veículos, e dezenas de milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica.

De acordo com a Revista Arco, os derechos são extensas massas de ventos associadas a tempestades que se movem rapidamente e por uma longa extensão territorial de mais de 400 km por hora. O nome do intenso vendaval, que pode durar por horas, vem da palavra espanhola que significa “direta” e é usado para se referir aos ventos fortes que se movem em linha reta.

Diferente dos tornados, o derecho não é composto por ventos “torcidos”, ou seja, não gira em torno de si. Mas esses complexos tempestivos podem viajar centenas de quilômetros e cobrir vários estados com o impacto de um tornado de 160 km de largura, por exemplo.

Não é totalmente compreendido por que os céus verdes ocorrem, mas a maioria dos cientistas aponta para o teor de água líquida no ar como uma causa raiz, informa a Euronews. O fenômeno celestial ocorre quando as nuvens carregam muita água e permitem que principalmente a luz azul passe pela nuvem de tempestade. A luz azul se mistura com a luz vermelha do sol, e o céu fica verde.

Centenas de pessoas compartilharam imagens das tempestades com o céu verde nas redes sociais. Gotas de chuva e granizo espalharam todos os comprimentos de onda menos os azuis, permitindo que principalmente a luz azul penetrasse em nuvens.

Fonte: Globo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.