in

Livro “Raízes Centenárias de São Joaquim da Costa da Serra” quer somar na busca da história das famílias serrana

O quebra cabeça de nossa história cada vez mais vai sendo construído por iniciativas de escritores como a Edinna Bernadete Pereira Figueiredo, que na próxima sexta-feira, dia 13 de julho, faz o lançamento do Livro “Raízes Centenárias de São Joaquim da Costa da Serra”. O evento acontece no Salão do Tribunal do Júri da Comarca de São Joaquim, Fórum, na rua Domingos Martorano, 302, às 19h00, com entrada franca a todos os interessados por nossa história. Em Lages será feito o lançamento no sábado, dia 14, às 19h00, no Lages Garden Shopping.

“Durante minha vida profissional atuando como extensionista da Epagri, trabalhei em diversos municípios  cujos moradores eram na maioria descendentes de Imigrantes alemães e italianos vindos para o Brasil nos anos de 1824 e 1875 respectivamente, e eles comentavam e  preservavam as suas origens étnicas e culturais.

Tinham conhecimento de quem eram, de onde e quando seus ancestrais vieram para o Brasil. Inúmeras vezes fui questionada sobre quem eram meus ancestrais, e isso gerou muitas interrogações e até uma certa inquietação.

Este sentimento de não saber sobre minhas raízes  despertou uma necessidade de ir em busca destas informações. A principio a ideia seria pesquisar somente sobre os meus ancestrais, mas como venho de famílias antigas e numerosas (Nunes, Goulart, Marafigo, Feliciano Pereira, Figueiredo), que se entrelaçaram através de matrimonio com todas as demais famílias da região,  achei que seria melhor ampliar a pesquisa, e foi assim que surgiu “Raízes Centenárias de São Joaquim da Costa da Serra”, que retoma as origens das antigas famílias que aqui chegaram a partir de 1766″, afirma a autora.

“Espera-se que esta obra seja de grande relevância a comunidade, pois nela está documentada e registrada a genealogia das primeiras famílias que povoaram a Serra Catarinense a partir de 1766, relembrando um pouco de sua história, de seus costumes e de sua cultura. Espera-se também que este material sirva de instrumento de pesquisa para futuros pesquisadores em genealogia, e estudiosos sobre o assunto. E com certeza será grande importância para a história de São Joaquim e demais cidades da Serra Catarinense, uma vez que estas famílias contribuíram cultural, social e politicamente para o desenvolvimento da região”, declara Edinna.

“Este livro retoma a origem das famílias, sendo que em muitas delas se consegue identificar o imigrante que deu início a mesma, e que chegou ao Brasil  em meados do século XVIII vindo da Península Ibérica. As pesquisas e a digitação do trabalho duraram cerca de 11 anos para serem concluídas e durante este período identificamos algumas das principais famílias que originaram o povo serrano, tais como: Almeida, Amaral, Andrade, Arruda, Borges, Camargo, Cândido da Silva, Carvalho, Cavalheiro do Amaral, Córdova, Cunha, Cruz, Esteves, Figueiredo, Goulart, Godoy, Marafigo, Mattos, Medeiros, Nunes, Oliveira, Pinto, Silva, Souza, Ribeiro, Rodrigues, Rosa, Vieira e tantas outras”.

“As informações foram obtidas nos registros de batismos, casamentos e óbitos dos Livros de Assento de diversas paróquias do estado, Arquivos Públicos,  Museus, Cartórios, livros já publicados sobre genealogia, sites e através de depoimento de algumas pessoas, principalmente das mais idosas cujas memórias remontam a um passado mais distante, prestando informações importantes para a construção desta obra”, conclui a escritora.

 

Quem é Edinna

Edinna Bernadete Pereira Figueiredo, natural de São Joaquim-SC. Atualmente reside em Videira-SC, onde trabalhou na Epagri – Empresa de Pesquisa e Extensão Rural do Estado de SC como extensionista rural até 2016. Após esta data se dedicou exclusivamente a conclusão  das pesquisas do Livro “Raízes Centenárias de São Joaquim da Costa da Serra”.

Em breve pretendo visitar museus e arquivos, principalmente os da Torre do Tombo, onde se encontram informações anteriores a chegada destas famílias ao Brasil e partir daí desejo dar continuidade a essa pesquisa, na qual acredito encontrar dados históricos anteriores a vinda destas pessoas para o Brasil.

Este é o segundo livro, o primeiro foi em 2007, “Esquecer Nossa História é Apagar Nossa Memória “ onde relata a saga dos imigrantes alemães vindos da região do Hunsrück, sudoeste da Alemanha no ano de 1824 que se estabeleceram em São Leopoldo-RS. No ano de 1923 a quarta geração destes imigrantes se estabeleceu na localidade de Sede Dona Alice, Tangará-SC.

 

O Livro

Título: “Raízes Centenárias de São Joaquim da Costa da Serra”

Número de páginas: 710

Formato: 21x28cm

Valor: R$ 100,00

Onde comprar: Mural Produtos Gráficos

Lançamento São Joaquim

Dia: sexta-feira, dia 13 de julho de 2018

Hora: 19h30

Local: Salão do Tribunal do Júri da Comarca de São Joaquim, Fórum,

Rua Domingos Martorano, 302 – Centro

Lançamento Lages

Dia: Sábado, 14 de julho de 2018

Hora: 19h00

Local: Lages Garden Shopping – BR-282, 1015 – Guarujá

 

Infos e fotos: Anselmo Nascimento/Mural

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Circuito Sesc de Música apresenta hoje Felipe Coelho Trio em São Joaquim

A Mais Bela Adolescente 2018 apresenta a candidata Vita Borges