Por prevenção, Uniplac suspende as aulas na Serra Catarinense

A princípio, a interrupção se dará até o dia 29 de março, com reavaliação permanente da situação

Após reunião no início da tarde desta terça-feira, a reitoria da Universidade do Planalto Catarinense e a sua mantenedora, Fundação Uniplac, decidiram por suspender as aulas presenciais de graduação, pós-graduação, mestrados e projetos de extensão.

A medida preventiva ocorre devido a pandemia causada pelo coronavírus e pelo fato da instituição receber estudantes oriundos de várias regiões catarinenses e até de outros Estados. “Não temos registros de contaminação em nossa universidade e tomamos esta decisão pensando no bem estar de nossos alunos”, enfatiza o reitor Kaio Henrique Coelho do Amarante. No encontro, ficou decidido ainda que funcionários com mais de 60 anos de idade, além dos portadores de doenças cardíacas e crônicas respiratórias, estão liberados de suas atividades.


As demais atividades dentro do campus da Uniplac, como atendimento ao acadêmico, concessão de bolsas de estudos, recebimento de documentos, o processo de seleção de alunos para o Mestrado em Ambiente e Saúde, entre outras, permanecem normalmente. “Buscaremos minimizar ao máximo os efeitos desta suspensão das aulas. Durante este período, de 16 a 29 de março, nossos acadêmicos irão receber atividades online, enviadas pelos professores, de maneira que solicitamos aos estudantes que fiquem atentos a este tipo de procedimento”, explica o reitor Kaio Amarante. As atividades das disciplinas ofertadas no sistema EAD não sofrem qualquer interferência.


Assim como a Uniplac, outras instituições do sistema Acafe suspenderam as aulas, casos da Univille, Unesc e Unochapecó. “Estamos em contato permanente entre as universidades do sistema Acafe e o governo do Estado, qualquer nova informação informaremos pelos nossos canais oficiais”, ressalta Kaio Amarante.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.