Como funciona a contabilidade para YouTubers? Esclareça as suas principais dúvidas sobre o assunto

Para boa parte das pessoas, a resposta sobre como funciona a contabilidade para YouTubers ainda é um mistério. A verdade é que, estes criadores do conteúdo não falam tanto sobre a profissão ou sobre os detalhes mais “internos” do trabalho.

Pensando nisso, decidimos trazer em parceria com o contador Dennis Nepomuceno, um pequeno guia de informações para você que quer seguir essa carreira ou apenas tem curiosidade sobre este universo.

Aqui você pode conferir também algumas estimativas de ganhos, que servem muito bem para matar a curiosidade de quem sempre quis saber quanto ganham os YouTubers.

Mas será que esses produtores de conteúdo precisam de assessoria contábil para administrar suas finanças? Será que eles precisam pagar impostos referentes à ocupação? 

Tudo isso e muito mais você descobrirá durante a leitura deste texto, fique conosco até o final e confira! 

Como funciona a contabilidade para YouTubers

Principalmente por estarmos mais acostumados à forma mais regular de trabalho, não entendemos que ser YouTuber é uma profissão como qualquer outra!

Tudo bem, ela é rodeada de diversos privilégios, como por exemplo a possibilidade de trabalhar no conforto de sua casa, ou até mesmo fazer o seu próprio horário, mas não pense que, quando à contabilidade, estes profissionais têm muitos privilégios!

Justamente por prestarem um serviço como qualquer outro, os Youtubers precisam de serviços contábeis, como a maior parte dos profissionais.

Youtuber paga imposto?

Sim, os YouTubers devem, como todos os outros profissionais, prestar contas dos seus ganhos anuais e mensais, ajustando o valor que precisam pagar de imposto.

De qualquer forma, é necessário que o criador de conteúdo entre em contato com um bom profissional de contábeis, para que ele o auxilie neste processo.

Fazer tudo por conta própria e sem pedir informações não é, nem de longe, o mais indicado. É de suma importância que o profissional recorra a pessoas competentes da área e até mesmo contrate um escritório de contabilidade.

Youtuber precisa de CNPJ?

A princípio, não, mas a partir do momento em que os ganhos começarem a crescer, será de suma importância que o profissional passe a possuir um CNPJ.

Isso deve ser desta forma para que não haja problemas quanto aos ganhos e pagamento de impostos, pois a porcentagem para pessoas jurídicas é bem menor comparado ao ganho na pessoa física.

Então, a conclusão é que, logo no início você não deve se preocupar com isso, mas ao notar que o trabalho realmente funciona, é importante sim formalizar abrindo uma empresa.

Qual o CNAE para YouTubers?

Uma das dúvidas mais recorrentes para os YouTubers que estão abrindo as suas microempresas agora é: qual o CNAE certo?

Essa dúvida parte, principalmente, da ausência de uma categoria que represente de perto o serviço prestado. Mas, ainda assim, há como contornar a situação e encontrar uma ocupação equivalente.

Uma boa opção é a de “Editor de vídeo, já que expressa bem ao menos uma etapa do trabalho feito pelos criadores de conteúdo. Outras opções boas são produtor musical ou estudos cinematográficos.

É importante não colocar nenhuma ocupação aleatória no CNAE, uma vez que ao fazer isso você ficará limitado(a) à ocupação que escolheu.

Quanto ganha um YouTuber?

Sem sombra de dúvidas, a pergunta mais feita em relação à profissão dos produtores de conteúdo é: quanto ganha um YouTuber?

Bom, tudo depende do tamanho do canal e da quantidade de visualizações, mas precisamos ser sinceros em dizer que canais grandes faturam muito!

Justamente por isso é que há a necessidade de atenção jurídica quanto aos ganhos, afinal, com os serviços de um contador experiente tudo fica mais fácil.

Quanto ganha um YouTuber iniciante?

Os YouTubers iniciantes começam a jornada de produção de conteúdo sem remuneração. Isso mesmo, primeiro precisam atingir metas, para só mais tarde ganharem dinheiro.

Até por isso é que boa parte das pessoas desistem logo ao subirem os primeiros vídeos, afinal, não querem esperar pelo resultado.

Agora, é normal que quem continue se dê bem, já que o YouTube não é uma ferramenta difícil de se dominar.

Leia também: Canal criado por menino de São Joaquim vira sucesso no YouTube

Quando o canal começa a monetizar?

O canal começa a monetizar a partir dos mil inscritos e quatro mil horas assistidas.

Calma: Isso realmente parece muito, mas não é! Postando vídeos sempre que possível, o seu progresso no YouTube poderá ser bem rápido.

Algumas dicas para atingir essas metas mais rapidamente:

  1. Produza conteúdo regularmente: nem todas as pessoas conseguem manter o canal bem alimentado. Isso é essencial para que as pessoas te conheçam e se inscrevam, lembre-se de postar conteúdo novo sempre que for possível.
  2. Não exagere em tags e palavras-chave: elas não serão tão úteis quanto você pensa e apenas poluirão o seu vídeo.
  3. Converse com amigos e familiares: apresente a eles o seu canal, quem sabe não se tornarão inscritos fiéis?

Ganhos médios de um YouTuber com 100 mil inscritos

Bom, em primeiro lugar, precisamos levar em consideração que o YouTube paga a cada mil visualizações.

Ou seja, a cada 1.000 vezes que o seu vídeo for assistido, o seu saldo será atualizado com um valor a mais. Por mais que não pareça muito, multiplique todas as reproduções do mês!

O YouTube paga entre R$ 1,00 e R$ 19,00 a cada mil visualizações. Neste caso, vamos considerar que o profissional tenha em média cem mil visualizações mensais:

Vamos definir que, de acordo com o seu canal, ele recebe R$ 4,00 a cada mil visualizações, ou seja: ele receberá R$ 400,00.

Justamente por ser uma profissão de altos e baixos, é importante entender bem como funciona a contabilidade dos Youtubers antes de adentrar de cabeça na profissão e já iniciar corretamente. 

Pode até não ser uma ocupação tão estável, mas deve prover a segurança necessária para se manter, desde que o profissional poste vídeos de forma consistente e organizada.

Ainda assim, vale lembrar que essa postagem foi criada apenas para fins informativos e, se quiser saber sobre aspectos mais específicos da contabilidade dessa profissão, é necessário entrar em contato com profissionais especializados.

Pronto, viu só como não é tão complicado entender como funciona a contabilidade dos Youtubers? Se tiver alguma dúvida, compartilhe conosco nos comentários abaixo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.