Entenda como o PROPED atua no mercado de trabalho voltado à pediatria

O que é a pediatria e qual a importância de aperfeiçoar os conhecimentos na área? Confira a resposta para essa pergunta.

A pediatria é considerada como a especialidade médica que se dedica aos cuidados da saúde de crianças, pré-adolescentes e adolescentes. Embora quase sempre voltada para a Medicina, a área pode abranger diversos outros profissionais de Saúde, como psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, terapeutas etc. Programas de excelência como o PROPED (Programa de Atualização em Terapêutica Pediátrica) auxiliam os profissionais pediatras a se destacarem no mercado de trabalho e a atuarem com mais precisão em sua rotina.

Para atuar na pediatria é possível não ter uma graduação?

Para essa pergunta a resposta é bem direta: não. A pediatria é uma área de especialização dentro da Saúde e não se trata de um curso específico. Por meio de programas reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), como o PROPED, o profissional pode adquirir os conhecimentos necessários ou atualizar o seu arcabouço conquistado para atender crianças e adolescentes.

Isso significa que um curso de especialização ou de aprofundamento é mais do que necessário para dar ao profissional as condições necessárias de atendimento. Vale destacar que os cuidados de crianças exigem técnicas e abordagens bem diferentes dos padrões aplicados aos adultos.

Aliás, para atuar diretamente como um pediatra, além da especialização, o profissional de saúde, tão valorizado nos últimos tempos, deve ser formado em Medicina por alguma universidade reconhecida dentro do Ministério da Educação (MEC).

O se estuda em programas como o PROPED?

No caso do PROPED, o propósito é voltado para a atualização dos conhecimentos e o aprofundamento dos temas aplicados à pediatria. Isso significa que ele apresenta uma abordagem ampla e envolve uma série de temáticas multidisciplinares a fim de fornecer os melhores subsídios para a atuação de diversos profissionais do segmento.

Dentro do PROPED ou de outros programas similares, o especialista poderá encontrar temas como:

– Desenvolvimento psíquico de crianças e adolescentes;

– Estudo de patologias de vários sistemas orgânicos, como renal, respiratório, digestório, cardiovascular, entre outros;

– Análise do desenvolvimento motor;

– Abordagens diante de traumas físicos e emocionais;

– Melhores práticas para uma alimentação e nutrição adequadas;

– Deficiências orgânicas e físicas;

– Estudo de doenças crônicas, agudas, genéticas ou adquiridas.

Estes são apenas alguns poucos exemplos de temas que costumam ser estudados. Perceba que todos eles fazem parte do dia a dia das pessoas e estão em constante atualização. Afinal, novas pesquisas são desenvolvidas com muita frequência no mundo inteiro e alargam ainda mais a gama de estudos necessários para os profissionais da área.

Por que é preciso aprofundar os conhecimentos em pediatria?

Lidar com crianças e adolescentes não é um trabalho tão simples, porém pode ser muito satisfatório. Diferentemente do que ocorre com pessoas maduras, as crianças apresentam uma chance maior de resultados e respostas positivas aos tratamentos.

Por terem o organismo ainda em processo de formação, as chances de ressignificar situações e curar enfermidades aumentam consideravelmente. Além disso, é preciso deixar de lado aquela velha ideia de que a pediatria deve se escorar apenas na redução da mortalidade infantil. É preciso atuar de forma a estudar e elaborar soluções para o bem-estar das crianças e adolescentes brasileiros.

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.