Fenômeno em campo magnético da Terra cria “novas” auroras por 14 horas

crédito: Reprodução/Twitter @bradjperry)

Beleza! Por 14 horas o campo magnético da Terra ficou aberto em razão de uma tempestade geomagnética e isso ocasionou a visualização de “novas” auroras em vários locais do planeta.

O fenômeno foi possível porque quando a rachadura ocorreu, ventos solares em movimento rápido invadiram a atmosfera da Terra causando as luzes observadas no céu.

Essa rachadura aconteceu por causa de um fenômeno conhecido como região de interação co-rotativa ou CIR, que acontecem com a colisão de dois fluxos diferentes de ventos solares. A partir daí, a medida que esses ventos carregam o fluxo magnético, ele abre o campo magnético da Terra e causa as rachaduras dentro de si.

O que chamou mais a atenção deste caso foi a duração do fenômeno, que permeou por 14 horas e conseguiu ser flagrado por vídeos e imagens.

O fenômeno foi registrado mundialmente na madrugada do dia 6 para o dia 7 de julho e essas rachaduras não oferecem risco para a população.

Com informações: Correio Brasiliense

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.