Duas pessoas são indiciadas por torturar crianças em creche de SC

Agressores, que não tiveram as identidades reveladas, estão sendo indiciados por maus-tratos, lesão corporal, tortura física e psicológica, exposição a constrangimento e injúria em creche de Florianópolis.

Duas pessoas foram indiciadas por maus-tratos, lesão corporal, tortura física e psicológica, exposição a constrangimento e injúria devido ao tratamento às crianças que frequentavam a creche “Bem Me Quer Desenvolvimento e Movimento”, em Florianópolis. O inquérito foi apurado pela Polícia Civil de Santa Catarina.

Ao todo, foram ouvidas 35 pessoas, entre responsáveis legais pelas 22 crianças da creche, professoras e outras testemunhas, além das duas pessoas investigadas, que foram indiciadas – ambas não tiveram as identidades reveladas. O inquérito foi liderado pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso. Foi concluído na investigação que os menores, entre um e seis anos, teriam sido vítimas dos crimes.

Em nota à imprensa, o advogado da creche, Christian Wundervald Koerich, contou que o processo tramita em segredo de justiça e que “as manifestações da comunicante serão realizadas apenas pelo meio adequado, qual seja, o processo judicial, reiterando as manifestações já apresentadas, especialmente para informar que continua à disposição das autoridades competentes para apuração dos fatos, negando-se a existência de qualquer ato ilícito pela comunicante”

Com informações do Uol

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.