Coronavírus em SC: Reunião define ações de fiscalização no estado durante o fim de semana

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

As ações de fiscalização que serão executadas neste fim de semana foram definidas pelos representantes do Grupo de Ações Coordenadas (Grac) na tarde desta sexta-feira, 26, na sede da Defesa Civil, em Florianópolis. Elas visam o cumprimento do novo decreto do Governo do Estado, publicado na manhã desta sexta. 

A reunião contou com representantes da Secretaria de Estado da Saúde, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Capitania dos Portos de SC, Segurança Pública e Defesa Civil. Santa Catarina terá um contingente de mais de 500 integrantes de forças de segurança pelos municípios para fiscalizar e coibir aglomerações. 

O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, reforçou que o estado tem enfrentado um momento grave da pandemia, mesmo que se tenha dobrado a capacidade de atendimento. “Existe um esforço do Governo e de todos nós para dar conta da alta demanda e reforçar a estrutura hospitalar, mas precisamos diminuir a circulação, a aglomeração e essa falsa sensação de nova normalidade”, afirmou. “Pelo contrário, nós vivemos um momento delicado e com altas taxas de ocupação de leitos. Se todas as regras tivessem sido cumpridas, nós talvez não estivéssemos nessa situação. Neste momento, além de tudo, temos que entender e avaliar que há também novas variantes e possibilidades de transmissões mais rápidas da doença”, declarou. 

Uma das maiores preocupações manifestadas foram as praias, beach clubs e aglomerações de pessoas mais jovens. 

“Temos que conter a disseminação e, principalmente, o excesso de exposição. Vemos isso até em redes sociais, onde festas particulares são compartilhadas e viralizadas. Os jovens também precisam entender o problema e manter a tríade de prevenção: o uso da máscara, o distanciamento e a higiene, que são comprovadamente eficazes”, finalizou Macário.

Por Andrey Lehnemann
Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado da Saúde – SES

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.