Um crime que esfacelará o regime democrático – Por Henrique Córdova

Ninguém mais tem qualquer dúvida sobre o destino da Lava-Jato e do combate à corrupção no Brasil. Ele vem, de modo sibilino, sendo traçado e percorrido pelo Supremo Tribunal Federal, cuja composição, fiel à sua origem e ideologicamente atuante, prepara o golpe final para breve.

A recente anulação de sentença de Sérgio Moro, sob o argumento de parcialidade, que condenou um “doleiro” e foi confirmada por instâncias superiores, prenuncia a anulação dos processos em que Lula foi condenado e abre uma larga avenida enfeitada com “ pedrinhas de brilhante“ para que o maior ladravaz da história política do Brasil, quiçá do Universo, passe como um herói redimido.

Só o povo enfurecido nas ruas, apesar da pandemia, pode impedir a perpetração de um crime que esfacelará o regime democrático, a função judiciária e as esperanças de quem trabalha e vive honestamente.

3 COMENTÁRIOS

    • Errado. O PT nunca morreu! Tem problemas iguais a todos os partidos. Ou tu és dos que acham que foi o PT que inventou a corrupção? “Lama” mesmo, é de onde veio a “familícia”, que não explicou ainda o motivo daquele valor na conta da primeira dama! Qual os partidos de Maluf, Aécio, Temer, Eduardo Cunha, Roberto Jefferson, entre outros??

  1. O regime democrático já havia sido “esfacelado” quando o STF, rasgando a constituição, acatou uma proposta de prisão para o acusado sem que as instâncias de recurso estivessem esgotadas, apenas para que o “miliciano” pudesse vencer a eleição sem concorrentes. O STF, então, quando atende seu interesse é bom, quando não, é ruim?! A democracia vai sobreviver à hipocrisia, sim!!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.