Colesterol alto – gordura saturada não é que você deve eliminar da alimentação caso tenha

Os conselhos do médico estavam errados: não é gordura saturada que você deve eliminar da alimentação caso tenha colesterol alto

Por nada menos do que oito décadas pacientes diagnosticados com hipercolesterolemia familiar (colesterol alto que é passada de geração em geração) tem recebido a recomendação de reduzir a ingestão de gordura saturada para reduzir o nível de colesterol e também o risco de doenças cardíacas. No entanto este novo estudo, que foi publicado na importante revista científica BMJ Evidence-Based Medicine, não descobriu evidência alguma para suportar essas recomendações.

Hipercolesterolemia familiar é caracterizada pelo distúrbio genético que leva os pacientes a terem níveis de colesterol duas a quatro vezes mais altos que o restante da população. Organizações como a Sociedade Brasileira de Cardiologia e a American Heart Association, sugerem evitar a ingestão alimentos que possuam origem animal; queijo, ovos e carne assim como evitar evitar o consumo de óleo de coco.

Agora, uma equipe de vários países com especialistas em doenças cardíacas e nutrição, que contou com cinco cardiologistas, revisou as recomendação de dieta para pacientes com hipercolesterolemia familiar. Eles afirmam que não encontraram sequer uma evidência que justifique a recomendação dos especialistas da saúde para consumir uma dieta com pouco teor de gordura saturada.

São 80 anos de recomendações para o consumo de uma dieta com baixo teor de gordura saturada para pessoas com hipercolesterolemia familiar, de acordo com o autor principal do estudo, David Diamond, pesquisador de doenças cardíacas e professor da University of South Florida, EUA. Segundo ele o novo estudo demonstrou que a dieta mais “saudável para o coração” tem baixo teor de açúcar e não de gordura saturada.

De acordo com o pesquisador uma dieta com pouco carboidrato tem maior eficácia para todos aqueles que possuem risco aumentado de doença cardíaca como excesso de gordura corporal, diabetes e hipertensão.

“Nos últimos 80 anos, as pessoas com hipercolesterolemia familiar foram instruídas a diminuir o colesterol com uma dieta baixa em gordura saturada”, disse o principal autor David Diamond, professor e pesquisador de doenças cardíacas da Universidade do Sul da Flórida. “Nosso estudo mostrou que uma dieta mais ‘saudável para o coração’ é baixa em açúcar, e não em gordura saturada”.

Por 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.