História política de São Joaquim estampada nas páginas do álbum de Gentil Borges

Um álbum de muitas histórias para contar. E ainda há várias páginas em branco que o seu Gentil pretende preencher.  Iniciou fazendo uma colagem simples, apenas com os santinhos dos candidatos, sem nenhuma informação a mais. O aposentado coleciona por longos anos o que muitas pessoas descartam. Profetiza que no futuro servirá para qualquer departamento cultural da cidade.

 

Na última semana o principal assunto era disputa política em todo o Brasil. Em São Joaquim, foi encontrado um resgate das campanhas políticas de vereadores e prefeitos. Muitos dados foram coletados principalmente a quantia de votos que cada um recebeu na disputa eleitoral, tudo reunido ao longo do tempo em um só lugar.

 

O responsável em catalogar os santinhos políticos é o senhor Gentil Borges, 81 anos por muito tempo trabalhou em armazéns e seu último trabalho antes da aposentadoria foi como agente funerário. Sempre foi apaixonado por política.

 

Morador do bairro Cohab I, começou a recolher os santinhos em 1988, formando um grande acervo pessoal.  Durante todo o tempo da entrevista ele estampou um sorriso no rosto, descrevendo cada detalhe, apontando que as cores e as artes gráficas utilizadas evoluíram com o passar do tempo.

Anamélia Borges e Gentil Borges mostram orgulhosamente o álbum da coleção de santinhos das eleições joaquinenses

Gentil foi filiado no antigo Arena por mais de 20 anos. Mesmo gostando muito da política nunca foi candidato, não por falta de convite ou apoio, mas, entende que uma boa campanha depende de articulação e aliados. Realizou muitas campanhas como cabo eleitoral de candidatos e com orgulho conta que todos que tiveram seu apoio foram vitoriosos.

 

“A política atualmente está mais difícil, antigamente os candidatos concorriam por amor à camisa, eram sinceros e nos dias de hoje isso mudou, o que manda é a sede de poder, ninguém mais concorre por gosto. Meu álbum é uma relíquia, tem santinhos que nunca mais conseguirei. Já tive proposta de negociar, me ofertaram um bom dinheiro, mas recusei na hora”, contou Gentil folheando as páginas calmamente.

 

Coleciona santinhos de 09 legislaturas inclusive de alguns candidatos a deputado, presidente e governador, mas o foco principal sempre foi os candidatos de São Joaquim.

 

Seu acervo já foi utilizado por estudantes, mas somente concedeu o empréstimo na condição de que ele acompanhasse de perto o manuseio, pois, sente ciúmes. Em relação à campanha deste ano, ele completou mais algumas páginas, e os santinhos que teve dificuldade em encontrar foi até a gráfica que prestou serviços aos candidatos e pediu uma impressão exclusiva dos que faltavam para concluir mais um capítulo das eleições em São Joaquim.

 

Além de colecionar os santinhos ele faz questão de anotar quantos votos os candidatos conquistaram nas urnas está é uma coleção pessoal e que marca a história da política em São Joaquim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.