Plano de mobilidade é entregue ao Poder Legislativo – Trânsito de São Joaquim irá mudar nos próximos dias

A Prefeitura de São Joaquim entregou nesta última quarta-feira (20), para a Câmara de Vereadores,  o seu plano de mobilidade que foi recentemente apresentado e discutido em audiência pública.

O plano de mobilidade deverá agora seguindo o rito da Casa Legislativa para enfim se tornar uma lei que ditará as diretrizes  da mobilidade urbana em São Joaquim. Vale ressaltar que,  após o término das obras de pavimentação e repavimentação asfáltica e 24 ruas centrais a nova sinalização já deverá ser instalada assim como todas as transformações propostas pelo plano de mobilidade. 

Apenas Lages e São Joaquim, na Serra Catarinense, montaram seu plano de Mobilidade Urbana, as coisas mudaram e o município vai ter que começar a pensar para frente. Temos que visualizar esse desenvolvimento, que a cidade está crescendo e vai crescer cada vez mais, por isso é importante projetarmos esse plano e melhorar cada vez mais a mobilidade urbana de São Joaquim” Finalizou o Prefeito Giovani Nunes

Veja os principais tópicos de mudança

Entre as principais alterações, que devem entrar em vigor já para os próximos dias estão:

  • A inversão da Rua Lauro Muller, que terá mão única partindo da Rua Paulo Bathke em direção a Prefeitura de São Joaquim – A barreira de plástico, separando as vias, em frente a antiga Pé Kente da esquina enfim deixará de existir e haverá um semáforo na esquina da Praça Cezário Amarante (na proximidade da casa da Família Ordendenge)
  • A Inversão da Rua Marcos Batista, com o começo em mão única, partindo da esquina da Funerária Santo Anjo até a CS Auto Elétrica – A barreira de plástico em frente a Água na Boca não existirá mais e a rua tomará sentindo único em direção ao SESC.  Na esquina da Natally Lanches haverá um semáforo no cruzamento com a Rua Egídio Martorano.
  • Rua Domingos Martorano ganhará sentido de vai e vem, alterando o sentido único ao lado do antigo DER e antiga SDR.
  • A Inversão da Boanerges Pereira de Medeiros, da Farmácia AC Farma até a Casa das Antenas, antiga Rodoviária.
  • Proibição de conversão á esquerda na Egídio Martorano de quem sobe em direção a Rua José Viera de Melo (vindo do Banco do Brasil até a esquina da Ekipauto virando para a rua da Celesc se tornará proibido a conversão a esquerda).
  • Semáforos na Rua Davidoff Lessa com a Aristides Cassão, conhecida como a esquina do Supermercado Silveira.

    Também na lista a Reformulação Geométrica e Funcional da Rótula em frente à escola  Martinho de Haro que será retirada e abrigará um desenho moderno que possibilite a segurança das crianças ao chegar à escola e também a facilidade do contorno de caminhões que passarem por ali. O local será substituído, em breve, por trecho asfáltico.


    Reformulação geométrica entre as ruas Aristides Cassão e a Avenida Silveira, em frente ao Cemitério que ganhará um trevo alemão no centro da pista (para conversão à esquerda) e permitindo que os outros veículos tenham acesso pela direita à rodovia SC-114.


     

    Reformulação geométrica na via de acesso à Rodoviária, CAIC e Manoel Cruz – que ganhará também um trevo alemão no centro da pista (para conversão à esquerda) e permitindo que se tenha acesso ao terminal rodoviário e as escolas Manoel Cruz e CAIC.


    Reformulação geométrica entre as Ruas Egídio Martorano e Agripa de Castro Farias – Onde será também instalado um trevo alemão, no centro da pista, próximo ao Tasca Materiais de Construção.


    Readequar lombadas, faixas de pedestres e faixas elevadas – As lombadas, faixas de pedestres e faixas elevadas serão readequadas, consoante as normas do CONTRAN ao qual determina os critérios e padrões de instalação. Uma lombada, por exemplo, não pode estar rente a um esquina. Todas passarão por um processo de readequação.


    Sinalizar Rotas de Preferência de Veículos Pesados – A melhor alternativa seria a construção de um anel viário para desvio do trânsito por fora do perímetro urbano, mas até lá, será necessário sinalizar rotas preferenciais de carga.


    Regulamentar locais e horários de carga e descarga – Com o plano de mobilidade será possível regulamentar os locais de carga e descarga que se estenderá pela vias centrais, aumentando a demanda, mas os horários “só serão permitidos das 8h às 10h e das 14h às 16h”.


     

    Uma rede cicloviária deverá ser implantada em São Joaquim, com a proposta sendo adequada nas largas calçadas das ruas Marcos Batista e a ligação aos portais da cidade, separando a ciclovia das calçadas de pedestres.

     


Para médio prazo o Plano de Mobilidade indica a criação de novas ligações entre os bairros de São Joaquim, melhorando a conectividade do sistema viário pelos chamados vazios urbanos:

    • Fazer nova ligação entre o centro até o Bairro Bela vista pela Rua José Vieira de Melo até a esquina do corredor às margens da escadaria.
    • Criar nova ligação viária entre o Bairro Bela Vista ao Bairro Jardim Minuano através do final sem saída da Rua Gov. Heriberto Hulse até a ligação da Rua Luciano Goulart Neto.
    • Implementar nova ligação entre os Bairros Boa Vista ao Bairro Jardim Caiçara abrindo um novo caminho entre as Cooperativa Sanjo e Hiragami’s Fruit, unindo as ruas Urubici a Treze de Março
    • Criar novas conexões para o Bairro Jardim Bandeira – Ligando área das Rua Irineu Bornhausen, Loteamento Dante Martorano e uma nova ligação do centro passando por trás da Escola Martinho de Haro.
    • Implementar conexões para os novos loteamentos – Criando uma nova via que possibilite, de forma rápida, o deslocamento por entre os Loteamentos Quatro Estações ao Loteamento Pradinho e Jardim das Hortênsias.

Veja a apresentação do Plano de Mobilidade na íntegra:

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.